Cada um no seu quadrado? Não! Trabalho conjunto entre departamentos melhora a qualidade da assistência - GesSaúde
Voltar

Cada um no seu quadrado? Não! Trabalho conjunto entre departamentos melhora a qualidade da assistência

Junte-se a mais de 15.000 profissionais de gestão da saúde.

Assine nossa lista e receba conteúdos com prioridade


Resultados positivos dessa mudança cultural podem ser observados no nível de eficiência e resultados da instituição

Por Editorial GesSaúde

Mudança de cultura departamental gera resultado positivos além de garantir qualidade e segurança para o paciente. Foto: Pixabay

O hospital é um organismo que vive em um ritmo acelerado: as demandas surgem sem aviso prévio, carecem de atenção e trabalho imediato. Por trás de todo esse frenesi está o principal personagem dessa história: o paciente. Para que a qualidade da assistência seja excelente, esse organismo chamado hospital não pode ser reduzido apenas aos departamentos assistenciais. É necessário que todos atuem de forma integrada, com comunicação fluente, e que os colaboradores desempenhem suas funções sob a ótica da missão e valores da organização de Saúde. Esse é o cenário ideal para que assistencial, SADT e backoffice operem de forma conjunta em prol do paciente – inclusive de sua segurança. E não é exatamente o que acontece na maioria das instituições brasileiras.

Mas o problema não é exclusivo daqui. Um estudo conduzido por pesquisadores da Universidade de Maryland e da Pennsylvania, nos Estados Unidos, publicado em maio no American Journal of Medicine, mostrou que em 24 horas de internação, 87,5% dos pacientes fazem pelo menos um exame desnecessário. Em mais de 70%, a conduta não é alterada pelo resultado dos exames. Isso não significa que os testes em si são dispensáveis, mas que não eram necessários naquelas circunstâncias e, mais que isso, que poderiam ter levado o paciente a eventos adversos. Falta uma análise conjunta entre as diversas áreas assistenciais sobre a real necessidade de procedimentos nos hospitais – sem falar aqui sobre a necessidade urgente de mudança no modelo de remuneração, já que essa prática de procedimentos desnecessários muitas vezes tem a ver com o fee for service.

O Primeiro Anuário da Segurança Assistencial Hospitalar no Brasil, divulgado em 2017 pelo Instituto de Estudos de Saúde Suplementar (IESS) em parceria com a Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG), mostrou que, de julho de 2016 a junho de 2017, 829 brasileiros morreram por dia em decorrência de condições adquiridas nos hospitais – ou seja, sequelas causadas por erros ou eventos adversos ocorridos durante a internação. Os dados são de 133 hospitais prestadores de serviços a operadoras de Saúde que atendem 7,6 milhões de beneficiários nas regiões Sul, Sudeste, Centro Oeste, Norte e Nordeste do País.

Estes são apenas alguns exemplos que mostram como a atuação conjunta dos departamentos de uma organização de Saúde é essencial, também e principalmente, para a segurança do paciente. É preciso que todos os insumos demandados pelas áreas médicas estejam com a reposição em dia. A equipe não pode encaminhar pacientes para setores de especialidades sem uma agenda previamente organizada e focada para atender as urgências. No backoffice, qualquer ruído entre a execução de processos internos pode afetar drasticamente a continuidade do atendimento – e produzir um efeito cascata em altíssima velocidade. 

Por isso, o gestor tem de alinhar a atuação da equipe de forma a que todos os colaboradores conheçam suas responsabilidades dentro do processo no qual estão envolvidos, e de que forma erros podem impactar as demais etapas. As equipes não podem sobrepor atividades. Como um organismo vivo, o hospital tem de funcionar com todas as áreas integradas e cientes do valor que as atividades geram para a segurança e qualidade da assistência. Braço direito do gestor nesse processo, o departamento de Recursos Humanos deve fornecer a visão macro, holística e integrada para cada departamento, além de fomentar os valores da organização em cada uma das lideranças.

Liderança

O fator decisivo para o sucesso de uma estratégia interdepartamental desse tipo são as pessoas. É preciso que todos saibam o que estão fazendo e o motivo pelo qual cada passo deve ser meticuloso e planejado. Por isso, motivar e engajar toda a equipe é papel do líder. Antes de repassar os resultados de processos para outro departamento, é preciso que colaborador e líder tenham uma comunicação fluente. O líder deve encorajar os funcionários a criarem metodologias de trabalho no sentido de melhorar a execução das atividades. E para isso é necessário que cada um saiba como a organização opera no todo. As pessoas devem ser convencidas, encorajadas e motivadas a executar um trabalho colaborativo. Nenhum departamento funciona sozinho. 

Outro ponto importante é a atualização das equipes. Cada mudança de processos e tecnologias de gestão deve ser bem estudada. O líder deve propor capacitações e revisões periódicas de conceitos e aplicações. A utilização das ferramentas será melhor absorvida se cada colaborador compreender a sua importância para a execução dos processos e a qualidade da assistência.

A falta de comunicação e percepção global é facilmente notada pelo paciente – que, como cliente, tem poder de apontar ao público as falhas das organizações. Se o foco de qualquer instituição de Saúde é o paciente, essa mensagem tem de estar inserida em cada ato executado pelos funcionários. E nesse ponto entra o papel dos gestores departamentais: eles devem agir como guias, líderes que norteiam o trabalho e entregam os resultados mais satisfatórios para o próximo departamento.

O termômetro de toda essa movimentação será observado nos resultados, afinal toda esta sintonia vai gerar além de qualidade, eficiência, menos desperdícios e produzir melhores resultados para o paciente e para a instituição. O equilíbrio entre a função de cada departamento se traduz em redução de glosas, aumento da velocidade do atendimento, economia no uso de insumos, redução do tempo de ocupação de leitos, entre outros fatores essenciais que servem para direcionar o planejamento da instituição como empresa e projetar metas e desafios.

Saiba mais:

Nosso amigo, o Prontuário

STF suspende temporariamente aumento dos planos de Saúde

Saúde 4.0: impactos na cadeia de prestação de serviço na Saúde


24 de julho de 2018 | Atualizado dia 16 de outubro de 2018


ÚLTIMAS POSTAGENS

Gestão da Saúde

Estratégia empresarial: a importância do plano para a gestão da Saúde

Transformação global acelerada demanda elaboração constante de planos na Saúde para uma estratégia empresarial eficaz e segura Por Roberto Gordilho…Leia mais.

Gestão de Crise em Hospitais

Transformação digital: como a crise mudou a relação com as novas tecnologias?

O debate é importante para registrarmos as mudanças que estão acontecendo na gestão hospitalar provocadas pelo coronavírus Por Editorial GesSaúde…Leia mais.

Gestão de Crise em Hospitais

Prescrição médica digital é impulsionada pelo coronavírus e telemedicina

Distanciamento social deve impulsionar adoção de estratégia para reduzir a taxa de contaminação e levar o setor para a nova…Leia mais.

Gestão de Crise em Hospitais

Você já está pronto para a Saúde na era do pós-normal?

Gestores estão passando por transformações evolutivas na carreira e na gestão hospitalar no mundo do pós-normal Por Editorial GesSaúde Novos…Leia mais.

Gestão de Crise em Hospitais

Covid-19 estreita relação entre hospitais públicos e privados

O compartilhamento de UTIs exige maturidade de gestão para ambos os setores na condução da crise provocada pelo Covid-19 nos…Leia mais.

Gestão de Crise em Hospitais

Gestão de crise e a formação de gestores extraordinários da Saúde

A operação dos hospitais está cobrando conhecimentos e novas metodologias inerentes aos gestores extraordinários da Saúde Por Roberto Gordilho A…Leia mais.

Gestão de Crise em Hospitais

Coronavírus: o marco para a Saúde 4.0

Flexibilização e inovação diante da crise gera a necessidade de mudar o mindset das organizações para a era da Saúde…Leia mais.

Gestão de Crise em Hospitais

Gestão hospitalar: aprendizados da crise Covid-19

Organizações de Saúde estão passando por transformações profundas e com experiências importantes para a gestão hospitalar Por Roberto Gordilho Grandes…Leia mais.

Gestão de Crise em Hospitais

Aprimoramento profissional durante a gestão de crise

Aproveitar as oportunidades e gerir as atividades de trabalho são formas de reservar tempo para o aprimoramento profissional Por Roberto…Leia mais.

Gestão de Crise em Hospitais

Learnability durante a gestão de crise dos hospitais

Gestores e todos os profissionais precisam compreender que uma nova Saúde está surgindo e o learnability é fundamental para abstrair…Leia mais.

Gestão de Crise em Hospitais

Como conquistar a previsibilidade durante a crise

Administrar problemas não é fazer gestão, a previsibilidade auxilia o hospital a manter a qualidade assistencial Por Roberto Gordilho Diversas…Leia mais.

Gestão de Crise em Hospitais

Gestão de crise: como reorganizar a instituição

O gerenciamento de suprimentos e medicamentos é um dos grandes desafios do momento de gestão de crise Por Editorial GesSaúde…Leia mais.

Gestão de Crise em Hospitais

Coronavírus: tecnologia para a gestão da crise

Especialista analisa as principais transformações à gestão hospitalar causadas pela crise do coronavírus Por Editorial GesSaúde A crise do coronavírus…Leia mais.

Gestão de Crise em Hospitais

Times de trabalho no combate ao coronavírus

Para que a operação da organização possa enfrentar a pandemia do coronavírus de forma coesa, os times de trabalho devem…Leia mais.

Gestão da Saúde

Comunicação auxilia gestão de crise nos hospitais

Todos os colaboradores devem ser orientados a tratar de forma correta as informações para evitar prejuízos na gestão de crise…Leia mais.

Gestão da Saúde

Mudanças na Saúde: setor em constante transformação

Ainda assim, é possível encontrar profissionais e gestores que não compreendem as mudanças na Saúde Por Roberto Gordilho A Saúde…Leia mais.

Gestão da Saúde

O impacto das redes sociais na Saúde

As redes sociais podem contribuir para o processo de desenvolvimento de carreira e também para os negócios no setor Por…Leia mais.

Gerenciamento de Processos de Negócios (BPM)

Gestão de processos otimiza a experiência do cliente

O uso de novas tecnologias pode melhorar a gestão de processos, mas é preciso garantir a melhor experiência do cliente…Leia mais.

Gerenciamento de Processos de Negócios (BPM)

A importância do processo organizacional para o negócio

Na Saúde, a operação das instituições devem refletir em sustentabilidade, por isso, é necessário a implementação do processo organizacional Por…Leia mais.

Gestão da Saúde

Entenda o que é cultura organizacional na Saúde

Objetivos, metas e o que a organização transparece para a sociedade fazem parte da cultura organizacional Por Fabiana Freitas Quando…Leia mais.

Gerenciamento de Processos de Negócios (BPM)

O valor do BPMN para a Saúde

Antes de automatizar os processos, é preciso atender a todas as regras rígidas do BPMN para garantir a fluidez na…Leia mais.

Gestão da Saúde

Revolução 4.0 e a estabilidade organizacional na Saúde

Novas tecnologias, modelos de relacionamento e mudanças na operação fazem parte da Revolução 4.0 na Saúde Por Fabiana Freitas A…Leia mais.

Gestão da Saúde

Novas vagas vão surgir para os gestores extraordinários

A Saúde vai oferecer diversas vagas voltadas para pessoas altamente qualificadas e capacitadas: os gestores extraordinários Por Roberto Goridlho Em…Leia mais.

Gestão da Saúde

Conheça o passo a passo da modelagem de processos

O aprofundamento de cada etapa das atividades da operação é essencial para a modelagem de processos Por Fabiana Freitas Otimizar…Leia mais.

Gestão da Saúde

Gestão da Saúde: a importância de conhecer as áreas da instituição

O mapeamento de atividades e o conhecimento de cada profissional são essenciais para gestão da Saúde Por Fabiana Freitas Na…Leia mais.

Gestão da Saúde

Formação profissional na Saúde: como está a sua?

Gestores e profissionais da Saúde que buscam carreira sólida no setor devem investir na atualização e formação profissional Por Roberto…Leia mais.

Gestão da Saúde

A consumerização da Saúde vai transformar os serviços

Compreender o cliente como consumidor e entregar comodidade faz parte da consumerização da Saúde Por Roberto Gordilho As diversas transformações…Leia mais.

Gestão da Saúde

Desenvolvimento profissional: como aumentar as oportunidades na Saúde

Boa formação acadêmica, objetivos traçados e atualização constante fazem parte do desenvolvimento profissional Por Roberto Gordilho Um questionamento recorrente em…Leia mais.

Gerenciamento de Processos de Negócios (BPM)

Gestão de processos: antes do sistema, conheça as rotinas

A tecnologia só será viável com uma gestão de processos eficaz e organizada dentro da organização de Saúde Por Fabiana…Leia mais.

Gestão da Saúde

Gestão da Saúde: a importância da profissionalização

2020 será o ano da profissionalização da gestão da Saúde, que cada vez mais necessita de gestores extraordinários Por Roberto…Leia mais.

Gestão da Saúde

Saúde: crise ou novas oportunidades profissionais?

Conhecer e saber aplicar conceitos modernos de gestão é um diferencial competitivo para novas oportunidades profissionais Por Roberto Gordilho Diversas…Leia mais.

Gestão da Saúde

Planejamento estratégico é responsabilidade de todos

Todos os envolvidos na operação do negócio devem ter acesso ao planejamento estratégico para melhor implantá-lo Por Roberto Gordilho Em…Leia mais.

Gestão da Saúde

Planejamento estratégico: definição de metas e indicadores

Estratégias devem ser elaboradas com o auxílio de indicadores para garantir a obtenção dos objetivos da organização de Saúde Por…Leia mais.

Gestão da Saúde

Plano estratégico: entenda a importância na gestão da Saúde

De forma simplificada, o plano estratégico é o resultado do planejamento estratégico e deve ser compartilhado com todas as equipes…Leia mais.

Gestão da Saúde

Gestão hospitalar: os cinco pilares da maturidade

Focar estratégias apenas em tecnologias não garante resultados eficazes; conheça as estruturas da maturidade de gestão hospitalar  Por Roberto Gordilho…Leia mais.

Gestão da Saúde

Experiência do cliente e a importância do BPM na Saúde

Gerenciamento de processos executado de forma eficaz contribui para a satisfação e experiência do cliente Por Fabiana Freitas A experiência…Leia mais.

Gestão da Saúde

Estratégia competitiva como forma de perpetuar a organização

Em um cenário de competitividade extrema e de transformações constantes, a estratégia competitiva é fundamental para o negócio Por Roberto…Leia mais.

Gestão da Saúde

Entenda o processo de modernização da gestão

Engajamento e treinamento de pessoas fazem parte do amadurecimento e processo de modernização da gestão Por Roberto Gordilho A visão…Leia mais.

Gestão da Saúde

Gestão do capital: entenda o movimento de financeirização na Saúde

De milhões para bilhões de reais, o setor de Saúde precisa de profissionalizar a gestão do capital Por Roberto Gordilho…Leia mais.

Gestão da Saúde

Por que o modelo de remuneração torna a Saúde ineficiente

Volume de procedimentos gerado e repasse de reajustes para clientes, são algumas das dificuldades do atual modelo de remuneração Por…Leia mais.

Gestão da Saúde

Oportunidades de crescimento da Saúde no Brasil

Análise mercadológica e econômica apresenta bons motivos para organizações apostarem na Saúde no Brasil Por Editorial GesSaúde As oportunidades de…Leia mais.

Gestão da Saúde

A prescrição digital pode combater as fraudes de receita médica?

Por Rafael Moraes* A falsificação de documentos médicos é mais comum do que se pode imaginar. Para se ter uma…Leia mais.

Gestão da Saúde

Entenda o valor na Saúde para os 4 principais atores

Entrega de resultados e eficiência demanda que o gestor saiba oferecer valor na Saúde para os stakeholders Por Roberto Gordilho…Leia mais.

Gestão da Saúde

Planejamento estratégico: a importância do acompanhamento

A segurança do negócio e o alcance de metas exige acompanhamento rotineiro do planejamento estratégico Por Roberto Gordilho O final…Leia mais.

Gestão da Saúde

Cenários para enriquecer o planejamento estratégico

Ambientes externos e internos devem ser avaliados durante a produção do planejamento estratégico para a instituição Por Roberto Gordilho A…Leia mais.

Gestão da Saúde

Como alinhar a estratégia empresarial ao modelo operacional

Maturidade de gestão é o caminho para que a estratégia empresarial seja alinhada ao modelo de operação da instituição Por…Leia mais.

Gestão da Saúde

Tempestade perfeita: por que a Saúde é diferente

Manter a segurança do negócio e o crescimento demanda buscar oportunidades nas transformações da tempestade perfeita Por Roberto Gordilho Uma…Leia mais.

Gestão da Saúde

A expectativa do cliente da Saúde mudou

Organizações precisam mudar o mindset para compreender a expectativa do cliente da Saúde Por Roberto Gordilho As  novas tecnologias, a…Leia mais.

Gestão da Saúde

Planejamento estratégico: como aplicar o 5W2H na gestão da Saúde

Ferramenta auxilia a identificar e especificar estratégias que devem constar no planejamento estratégico da organização Por Editorial GesSaúde Melhorar a…Leia mais.

Gestão da Saúde

Incorporar soluções de suporte à decisão clínica ao fluxo de trabalho pode fazer a diferença na Saúde

Em épocas de internet of things (IoT), inteligência artificial, realidade aumentada, big data, fica meio difícil imaginar nossas vidas sem…Leia mais.

Gestão da Saúde

Gestores extraordinários: o passo a passo para o sucesso

Roberto Gordilho apresenta curso inovador para todos que ocupam ou querem ocupar cargos de gestão e se tornarem gestores extraordinários…Leia mais.

Gestão da Saúde

Maturidade de gestão: vídeos mais acessados de 2019

Roberto Gordilho apresenta os conceitos mais relevantes para a maturidade de gestão na Saúde no canal GesSaúde do Youtube Por…Leia mais.

Gestão da Saúde

O que é maturidade de gestão na Saúde

Entenda o conceito de maturidade de gestão na Saúde.

Gestão Hospitalar

Gestão hospitalar: 10 artigos mais lidos do Portal GesSaúde

2019 foi um ano de transformações na Saúde em que os principais conceitos de gestão hospitalar foram fundamentais para os…Leia mais.

Gestão da Saúde

Ação imediata: entenda como o gestor pode usar essa estratégia

Plano de ação imediata é uma ferramenta de correção de erros a fim de antever cenários e determinar a melhor…Leia mais.

Gestão da Saúde

O plano de ação para organizações de Saúde

Ferramenta de acompanhamento do planejamento, o plano de ação é fundamental para atingir metas e objetivos Por Editorial GesSaúde Como…Leia mais.

Estratégia Empresarial

Planejamento em Saúde: a importância de objetivos e metas bem definidas

Estabelecer metas, avaliar e metrificar resultados fazem parte do processo do planejamento em Saúde Por Editorial GesSaúde A operação dos…Leia mais.

Cadastre-se para ter acesso a conteúdos exclusivos