Voltar

Cenários para enriquecer o planejamento estratégico

Junte-se a mais de 15.000 profissionais de gestão da saúde.

Assine nossa lista e receba conteúdos com prioridade


Ambientes externos e internos devem ser avaliados durante a produção do planejamento estratégico para a instituição

Por Roberto Gordilho

A elaboração do planejamento estratégico é o processo em que a organização de Saúde define as metas, objetivos e para onde ela deve caminhar no mercado. Por isso, o gestor deve buscar conhecer os cenários em que a instituição se encontra. Ou seja, fora da organização quais são os principais concorrentes e como está a situação financeira geral. Já no cenário interno, o importante para o planejamento estratégico é como o negócio deve se posicionar em prazos de tempo predeterminados. 

No cenário externo, é possível listar alguns fatores do mercado que influenciam a elaboração do planejamento estratégico:

  • Modelo de remuneração: para as operadoras de Saúde o fee-for-service estava comprometendo o equilíbrio do negócio e muitas empresas já procuravam novas formas de trabalhar a remuneração. Hoje existem players que estão migrando para o modelos focados na eficiência e valor ao cliente;
  • Tabela SUS: a falta de atualização da tabela do Sistema Único de Saúde (SUS) dificultava a operação do negócio e muitos profissionais se queixavam dos valores praticados;
  • Geração Y: uma nova geração de pessoas está chegando nos cargos de liderança. Esse contingente é caracterizado pela preocupação com o ambiente e a prevalência de fortes valores morais.

No ambiente interno, os desafios podem ser:

  • Estrutura organizacional rígida e hierarquizada;
  • Falta de processos claros e bem definidos;
  • Baixa capacitação dos profissionais nas práticas de gestão
  • Ineficiência na operação;
  • Baixo índice utilização das tecnologias de gestão;

Além disso, algumas variáveis devem ter maior peso no processo de análise de cenários que também vão impactar o planejamento estratégico:

Novas tecnologias

A indústria da tecnologia está inovando cada vez mais. Ou seja, novas ferramentas e soluções estão em desenvolvimento diariamente. E as novas tecnologias vão impactar diretamente a Saúde. É preciso que o gestor compreenda de quais formas as tecnologias podem afetar e melhorar a condução do negócio.

Modelo de operação

Outro aspecto importante é que os hospitais se tornaram grandes distribuidores de medicamentos e OPMEs (órteses, próteses e materiais especiais). Contudo, essa não é a essência de uma organização de Saúde. O hospital é um prestador de serviço e necessita promover uma mudança do propósito para que o serviço seja remunerado de forma justa.

Dessa forma, essas premissas implicam que o hospital moderno precisa ganhar eficiência: na operação, na estratégia, na condução dos processos e com pessoas cada vez mais engajadas e comprometidas. A Saúde está passando por uma mudança radical no modelo de operação. E o maior desafio na gestão da Saúde é garantir que o cliente esteja no centro do negócio.


6 de fevereiro de 2020 | Atualizado dia 3 de fevereiro de 2020


ÚLTIMAS POSTAGENS

Gestão da Saúde

Qualidade em Saúde: história e definição

Ao longo da evolução mercadológica, a preocupação com a entrega dos serviços e produtos tomou contornos cada vez mais profissionais…Leia mais.

Gestão da Saúde

O Business Canvas no valor para a Saúde

Na aplicação do Business Canvas, o objetivo fundamental deve estar em destaque e merece atenção primária dos gestores em Saúde:…Leia mais.

Gestão da Saúde

Tecnologia é meio, o diferencial é cultura 2

Colaboradores mais ativos devem ter como foco atender um cliente que busca promoção à saúde, e não tratamento e cura,…Leia mais.

Cadastre-se para ter acesso a conteúdos exclusivos