Voltar

Conceitos e aplicações do design thinking

Junte-se a mais de 15.000 profissionais de gestão da saúde.

Assine nossa lista e receba conteúdos com prioridade


    Ferramenta é a principal fonte de solução de problemas e construção de produtos e está muito além dos post-it

    Por Roberto Gordilho

    Muitos profissionais ainda associam o design thinking (DT) com colar post-it na parede e desconhecem o potencial desta técnica simples, porém extremamente poderosa para geração de ideias, resolução de problemas e construção de soluções que fujam ao lugar comum.

    O design thinking é uma abordagem de pensamento criativo. Com essa técnica é possível gerar e organizar ideias, assim como soluções para os problemas enfrentados pela empresa. Além disso, trata-se de uma abordagem que possibilita a organização de ideias e desenvolvimento do pensamento crítico de forma compartilhada, utilizado para estimular a busca por conhecimento e a criação de soluções inovadoras para solução de problemas. 

    A ideia por trás do design thinking é que o processo seja realizado de forma multidisciplinar, coletiva e colaborativa, de modo a reunir o máximo de perspectivas diferentes. O conceito veio para revolucionar a maneira de encontrar soluções inovadoras para os problemas, soluções criativas focadas nas necessidades reais do mercado e não apenas em pressuposições estatísticas.

    Mas como implantar o DT na gestão da Saúde?

    O design thinking tem quatro etapas que são fundamentais para o sucesso da abordagem:

    • Imersão
    • Ideação
    • Prototipação
    • Desenvolvimento
    Imersão

    A imersão é a etapa de entendimento do “problema”, é um mergulho em tudo que envolve e afeta a questão que está sendo discutida ou o problema para o qual se está buscando construir a solução. Nesta etapa é comum se utilizar de outras técnicas para construção do entendimento, por exemplo a Matriz SWOT, feedbacks de clientes, pesquisas, etc.

    Outra característica da imersão é a visão multidisciplinar. Ela é fundamental para conseguir enxergar o problema sob as mais diversas óticas possíveis e identificar os principais pontos que precisam ser melhorados ou as características do produto e serviço que se está buscando construir. 

    Ideação

    Uma vez concluída a imersão, começa a etapa de ideação que é a produção de ideias para solucionar o problema ou construção do produto ou serviço. Aqui é fundamental buscar insights obtidos com a utilização de técnicas de análise de dados e de experiências que aumentam as possibilidades de eficiência do processo. Depois de obter as informações, é só reunir as equipes envolvidas e adotar técnicas como o brainstorming que incentiva e valoriza o compartilhamento de ideias.

    Prototipação

    Após esse passo, é o momento do grupo definir quais são as ideias que têm maior potencial de sucesso. Neste momento e sempre que possível é importante construir protótipos antes de investir na construção definitiva da solução ou produto, testar em menor escala para validar a solução.

    Aqui pode-se pensar em utilizar abordagens ágeis para implementação das soluções como SCRUM e/ou Lean Startup através da construção do MVP.

    Desenvolvimento

    Com a ideia validada através do protótipo é hora de desenvolver a solução, produto ou serviço. Neste momento recomenda-se buscar uma abordagem iterativa e incremental para construção de forma a alcançar validações intermediárias e reduzir o ciclo de entregas e o tempo de chegada do produto ao mercado.

    E os post-its? Em verdade os post-its são apenas uma das técnicas utilizadas no momento da ideação, e ficou com a imagem associada ao DT como se fosse o método. Mas, como se pode observar, o DT é muito mais que colar post-it na parede. É uma abordagem poderosa para solução de problemas ou construção de produtos e serviços.


    25 de junho de 2020 | Atualizado dia 30 de junho de 2020


    ÚLTIMAS POSTAGENS

    Gestores Extraordinários da Saúde

    Você é um gestor extraordinário da Saúde?

    O gestor extraordinário da Saúde transforma esforço em resultado, promove o desenvolvimento da equipe e, por isso, conquista reconhecimento e…Leia mais.

    Gestão de Pessoas

    05 dicas para melhorar o desempenho da equipe

    Liderar e saber desenvolver o desempenho da equipe são habilidades que conferem destaque e reconhecimento para bons gestores da Saúde…Leia mais.

    Gestão da Saúde

    Gestão ou administração na Saúde: entenda a diferença

    Aplicar os conceitos e fazer gestão é fundamental para se desenvolver profissionalmente no setor Por Editorial GesSaúde No cotidiano da…Leia mais.

    Cadastre-se para ter acesso a conteúdos exclusivos