Voltar

Planejamento estratégico: a importância do acompanhamento

Junte-se a mais de 15.000 profissionais de gestão da saúde.

Assine nossa lista e receba conteúdos com prioridade


A segurança do negócio e o alcance de metas exige acompanhamento rotineiro do planejamento estratégico

Por Roberto Gordilho

O final do primeiro semestre é o período ideal para que as organizações de Saúde façam as primeiras análises do acompanhamento do planejamento estratégico. Assim, após esse processo é preciso rever o que foi definido dentro do planejamento estratégico, se as metas estão sendo acompanhadas, se as reuniões de avaliação de resultados estão sendo feitas e se todos os seus gestores estão focados e entregar suas metas. Além disso, a alta direção deve avaliar se os gestores lembram quais são os resultados que eles precisam entregar.

O acompanhamento do planejamento estratégico é importante para manter o percurso de desenvolvimento e aumento da eficiência do negócio. Atualmente, no setor Saúde muitas instituições que fizeram planejamento estratégico no final do ano não lembram mais sequer o que foi definido e entraram no modelo de gestão cômoda. Ou seja, sem o acompanhamento rotineiro e uma avaliação densa após seis meses, não é possível ao gestor questionar se os planos foram alcançados e se as metas foram batidas, por exemplo. 

Assim, é preciso que as organizações de Saúde considerem que o mercado está cada vez mais competitivo. Porém, essa realidade não pode ser utilizada pela gestão para terceirizar a culpa pela baixa eficiência. De outra forma, isso aumenta a responsabilidade dos gestores em elaborar um plano, dividir e distribuir os resultados entre os diversos profissionais da equipe. Além disso, outro fator importante no acompanhamento do planejamento estratégico é motivar as pessoas a entregar os resultados para que a instituição se torne mais forte e possa crescer e perpetuar. 

Remar

O acompanhamento do planejamento estratégico deve ser uma constante na cultura de gestão. De tal maneira que o planejamento está amarrado a indicadores de qualidade e rentabilidade. E manter a dinâmica dos resultados requer colaboração entre os departamentos e áreas da instituição. Dessa necessidade nasceu a Reunião Mensal de Acompanhamento de Resultados (Remar). Essa estratégia vai além de uma simples conferência entre gestores e colaboradores. Trata-se de um encontro mensal de líderes, que reúne gestores de todas as áreas do hospital para apresentação de indicadores e alinhamento da equipe.

É pela Remar que são distribuídas as metas e comunicar todo o corpo de colaboradores para onde a instituição quer chegar dentro do mercado de Saúde. Assim, uma vez feito o plano estratégico, iniciadas as reuniões mensais, o momento é iniciar as primeiras cobranças: como estão os resultados definidos, se os planos de ação para corrigir o rumo foram implantados, se os gestores reavaliaram os cenários interno e externo. E por isso as reuniões avaliação de resultados são importantes. Dessa forma, por meio da Remar é que são elaboradas as decisões e as ações necessárias para garantir o cumprimento das metas. 

Disciplina

Se o acompanhamento do planejamento estratégico não está sendo realizado ou é executado de forma esporádica, disciplina é a palavra que melhor define essa estratégia. Ou seja, é preciso que os gestores iniciem o quanto antes a agenda de todas as reuniões e priorizem a avaliação mensal por meio da Remar. Sem disciplina, acompanhamento e engajamento de pessoas, acompanhar o planejamento estratégico torna-se uma tarefa que beira à ineficiência.


7 de fevereiro de 2020 | Atualizado dia 3 de fevereiro de 2020


ÚLTIMAS POSTAGENS

Gestão da Saúde

Qualidade em Saúde: história e definição

Ao longo da evolução mercadológica, a preocupação com a entrega dos serviços e produtos tomou contornos cada vez mais profissionais…Leia mais.

Gestão da Saúde

O Business Canvas no valor para a Saúde

Na aplicação do Business Canvas, o objetivo fundamental deve estar em destaque e merece atenção primária dos gestores em Saúde:…Leia mais.

Gestão da Saúde

Tecnologia é meio, o diferencial é cultura 2

Colaboradores mais ativos devem ter como foco atender um cliente que busca promoção à saúde, e não tratamento e cura,…Leia mais.

Cadastre-se para ter acesso a conteúdos exclusivos