Voltar

Entenda o processo de modernização da gestão

Junte-se a mais de 15.000 profissionais de gestão da saúde.

Assine nossa lista e receba conteúdos com prioridade


Engajamento e treinamento de pessoas fazem parte do amadurecimento e processo de modernização da gestão

Por Roberto Gordilho

A visão tradicional de gestão da Saúde nos últimos 30 anos considerou semelhantes os processos de informatização e modernização da gestão. Porém, as recentes transformações no setor e a alta competitividade demandam o aumento da maturidade e aplicação de conceitos modernos de administração. Por outro lado, a modernização da gestão é um processo que deve acontecer de dentro para fora da organização. Ou seja, engajar, treinar pessoas e melhorar rotinas. 

Implementar modernas práticas de gestão não se trata apenas de informatizar a instituição e investir em novas tecnologias. Atualmente os hospitais estão passando de forma acelerada por um processo de modernização radical dos seus processos de gestão. Essa revolução tem ocasionado desafios para muitos gestores que acreditam que o movimento deve ser realizado de fora pra dentro da organização. Ou seja, importar processos maduros e de excelência de gestão agrega resultados menos eficazes. 

Dessa forma, o processo de modernização da gestão deve, primeiramente, acontecer dentro da organização. Trata-se de uma transformação que envolve diretamente trabalhar e amadurecer pessoas. Os profissionais devem adquirir uma visão ampliada para que melhorem os processos de gestão e comecem a gerar uma onda dentro de toda organização em todos os níveis da cadeia de gestão. Esse é o caminho caminho mais seguro para se alcançar resultados de forma contínua e consistente.

Mudança de visão

A alternativa de executar o processo de modernização da gestão de fora pra dentro, seja com uma consultoria ou pela a contratação de profissionais externos, é importante como elemento indutor. Contudo, a execução é realizada pelas as pessoas que compõem o quadro da instituição. E, dessa forma, o gestor deve mudar a forma de ver os profissionais. Ou seja, é preciso evitar a separação radical dos profissionais de gestão e dos profissionais clínicos. As áreas de gestão e clínica elas precisam trabalhar de forma interconectada, de forma interdependente. 

O resultado de gestão está cada vez mais relacionado ao resultado clínico não só para o paciente mas também no consumo de material, medicamento, tempo de estadia do paciente giro eleito, por exemplo. Assim, todas essas decisões são tomadas pela parte clínica, principalmente pelos médicos. O processo de enfermagem também possui influência muito grande nesse nesse desfecho. 

Integração

Então, a Saúde atual passa por um momento em que é preciso cada vez mais integrar a gestão da área clínica e da área assistencial. Ou seja, é preciso que o médico pense no custo do tratamento, buscar uma maior relação custo benefício para o paciente e para a instituição. É necessário que o gestor faça com que os profissionais da gestão tenham consciência de que trabalham em parceria com a clínica.  Dessa forma, o grande desafio do gestor no processo de modernização da gestão é desenvolver processos que façam essa noção virar realidade entre todas as equipes.


14 de fevereiro de 2020 | Atualizado dia 14 de fevereiro de 2020


ÚLTIMAS POSTAGENS

Gestão da Saúde

Qualidade em Saúde: história e definição

Ao longo da evolução mercadológica, a preocupação com a entrega dos serviços e produtos tomou contornos cada vez mais profissionais…Leia mais.

Gestão da Saúde

O Business Canvas no valor para a Saúde

Na aplicação do Business Canvas, o objetivo fundamental deve estar em destaque e merece atenção primária dos gestores em Saúde:…Leia mais.

Gestão da Saúde

Tecnologia é meio, o diferencial é cultura 2

Colaboradores mais ativos devem ter como foco atender um cliente que busca promoção à saúde, e não tratamento e cura,…Leia mais.

Cadastre-se para ter acesso a conteúdos exclusivos