Voltar

Entenda o que é cultura organizacional na Saúde

Junte-se a mais de 15.000 profissionais de gestão da saúde.

Assine nossa lista e receba conteúdos com prioridade

Objetivos, metas e o que a organização transparece para a sociedade fazem parte da cultura organizacional

Por Fabiana Freitas

Quando se trata de cultura organizacional, diversos profissionais fazem associação direta à experiência de trabalho pela qual passaram em determinada instituição. Independente disso, a cultura organizacional é representada pelo valores compartilhados por todos os membros de uma empresa, em todos os níveis da hierarquia. Além disso, trata-se do conjunto de conceitos e características que diferenciam uma organização de Saúde das demais dentro do mercado.

Dessa forma, a cultura representa como uma instituição funciona, qual é o objetivo da sua atuação, e de que forma ela deseja ser vista pela sociedade e demais players. Por isso, os valores, objetivos e missão devem ser repassados para colaboradores, stakeholders e clientes por meio da cultura organizacional. Dessa maneira, a cultura deve ser repassada tanto interna como externamente. Outro aspecto importante é que a cultura organizacional não precisa ser trabalhada de cima para baixo dentro da hierarquia.

Todo o trabalho de engajamento das pessoas deve estar baseado na cultura estabelecida pela organização. Ou seja, é preciso que os colaboradores compreendam os valores e missão que a instituição quer transparecer. Mais que isso, o capital humano deve ser motivado a saber como repassar a cultura dentro de cada função na operação do negócio. 

Planejamento estratégico

A cultura organizacional é revisada e elaborada durante o processo de construção do planejamento estratégico. Porém, após essa definição, alguns gestores percebem que a cultura não saiu do papel. Ou seja, ela não foi absorvida pelos postos de trabalho abaixo da alta direção. Esse é o termômetro que indica que a organização não está conduzindo a gestão de pessoas de forma que todos acreditem e incorporem a cultura organizacional. 

Assim, a cultura precisa ser de conhecimento e todo os colaboradores. É essencial que a gestão saiba apresentar a cultura dentro de cada perfil profissional. São as pessoas que constroem e transformam a maneira como a organização repassa valor para os produtos e serviços prestados. Por isso, é fundamental um trabalho profundo na compreensão e absorção da cultura pelos trabalhadores. 

Engajamento

É perceptível em todas as indústrias que, se as pessoas não acreditam do que foi determinado de cima para baixo da gestão, os processos não são desenvolvidos de forma eficaz, o valor não é agregado a cada resultado e falta sintonia entre as equipes. Dessa forma, é muito importante que a cultura organizacional também faça parte do processo de contratação de novos profissionais.

Colaboradores que chegam na instituição cientes e que acreditam na cultura fornecem menos custo, uma vez que não será necessário capacitar o profissional para levar a cultura para a operação. Além disso, a gestão deve identificar os colaboradores que repassam de forma clara e coerente a cultura para os demais colegas. O potencial transformador está nessas pessoas. A cultura, quando de fato é a alma da instituição, é refletida na experiência do cliente.


16 de março de 2020 | Atualizado dia 16 de março de 2020


ÚLTIMAS POSTAGENS

Carreiras

Melhore a gestão do tempo e desenvolva sua carreira na Saúde

Para uma boa gestão do tempo é imprescindível saber planejar e ter foco nas metas e rotinas importantes para a…Leia mais.

Carreiras

Metodologia Lean destaca gestores pela eficiência

Os resultados da metodologia Lean são visíveis e requerem estratégias de baixo investimento e altamente focada nas pessoas Por Editorial…Leia mais.

Maturidade de gestão

Aumente a maturidade de gestão para se destacar na Saúde

Os pilares da maturidade de gestão na Saúde que destacam gestores são: governança corporativa, estratégia empresarial, tecnologia, processos e pessoas…Leia mais.

Cadastre-se para ter acesso a conteúdos exclusivos