Voltar

Gestão da Saúde: a importância da profissionalização

Junte-se a mais de 15.000 profissionais de gestão da saúde.

Assine nossa lista e receba conteúdos com prioridade


2020 será o ano da profissionalização da gestão da Saúde, que cada vez mais necessita de gestores extraordinários

Por Roberto Gordilho

Com todo o movimento que vem acontecendo na Saúde, no qual se enquadram as fusões, aquisições, e consolidações, o ano de 2020 será o momento de profissionalização da gestão da Saúde. E diante de tantos desafios, as organizações estão à procura de gestores extraordinários. Ou seja, as instituições começaram a se movimentar porque o mercado muda a competição. A segurança do negócio nesse cenário de transformações permite que as organizações tenham em seus quadros profissionais capazes de compreender o momento e planejar estratégias de crescimento sustentável.

A competição está se acirrando com grande potencial com grande impacto. E essa situação muda todos os paradigmas de gestão da Saúde. Em décadas anteriores, a gestão deveria se preocupar apenas com o tratamento e incidência de doenças na sociedade – ou seja, não faltava clientes. Agora tudo mudou: comprometimento do consumidor se tornou mais ativo. As operadoras estão muito mais rígidas com os processos de remuneração, com os processos de cobrança. O o dinheiro ficou mais difícil e os clientes passaram a ser mais disputados.

Os gestores estão sendo obrigado a serem mais eficientes. No mercado, a movimentação acontece da seguinte forma: grandes redes estão chegando e as médias estão crescendo com muito. O dinheiro, rendimento e faturamento, que para muitas organizações eram expressões consideradas como novidade, está circulando e ampliando a gama de serviços, produtos e novos players.

Profissionalização

E todo esse ambiente resulta na necessidade de profissionalizar os processos de gestão. Por isso, 2020 é o ano da virada da profissionalização da gestão. Há alguns anos, quando eficiência, eficácia e maturidade de gestão eram falados dentro do setor, tudo parecia um éter. Porém, a realidade é outra. Em todos os lugares da Saúde a pauta é gestão, fusão e aquisição, qualidade do atendimento e experiência do cliente. Ou seja, a solução é profissionalizar a gestão da Saúde.

Isso, porque, nem mesmo a medicina continuará sendo aplicada da mesma forma. Ou seja, trata-se de um campo que atualmente é influenciado por estratégias como resolutividade e custo compatível. Isso também faz parte do processo de gestão: ajustar o custo do tratamento à realidade da fonte pagadora. Sendo assim, é imperativo que toda a cadeia da gestão da instituição tem que se adequar à normas que direcionam para eficiência e eficácia.

Resultados

Dessa forma, a profissionalização da gestão da Saúde caminha para o resultado econômico. E este é o ano de transformação no mercado de trabalho na Saúde. Os gestores extraordinários serão capitaneados pelas organizações que estão focadas na estabilidade financeira, com o paciente no centro do negócio, segurança e eficácia. Para o cliente também é uma oportunidade muito grande. Toda a cadeia se beneficia das transformações que a gestão da Saúde está passando. E somente gestores extraordinários conhecem as melhores ações para aproveitar o momento.


2 de março de 2020 | Atualizado dia 2 de março de 2020


ÚLTIMAS POSTAGENS

Gestão da Saúde

Qualidade em Saúde: história e definição

Ao longo da evolução mercadológica, a preocupação com a entrega dos serviços e produtos tomou contornos cada vez mais profissionais…Leia mais.

Gestão da Saúde

O Business Canvas no valor para a Saúde

Na aplicação do Business Canvas, o objetivo fundamental deve estar em destaque e merece atenção primária dos gestores em Saúde:…Leia mais.

Gestão da Saúde

Tecnologia é meio, o diferencial é cultura 2

Colaboradores mais ativos devem ter como foco atender um cliente que busca promoção à saúde, e não tratamento e cura,…Leia mais.

Cadastre-se para ter acesso a conteúdos exclusivos