Voltar

Lean startup: conceito e aplicação

Junte-se a mais de 15.000 profissionais de gestão da saúde.

Assine nossa lista e receba conteúdos com prioridade

Em tradução livre, o lean startup significa startup enxuta, a metodologia exige mudança de cultura e estratégias de marketing, tecnologia e gestão

Por Roberto Gordilho

Com tantas transformações acontecendo no mundo da Saúde, é certo que a adaptação acelerada dos negócios é mais que uma habilidade que eleva o potencial competitivo, trata-se de sobrevivência, equilíbrio e sustentabilidade. Isso porque, o processo de apresentar ao mercado novos produtos e serviços demanda uma série de programações, investimentos e análises que, sem planejamento e execução ágil, podem refletir em desperdício e lentidão para a instituição. Soma-se a isso a alta concorrência impulsionada por negócios que chegam ao mercado com ideias inovadoras e novas tecnologias – como é o caso das startups. Portanto, o momento não é para desperdiçar tempo e recursos. 

O lean startup é uma ressignificação da metodologia lean. Conserva os mesmos propósitos de geração de valor e redução de desperdícios, com objetivo centrado na entrega de produtos que satisfaçam os clientes.  O criador da metodologia é Eric Ries, empresário do Vale do Silício, e autor da obra The Lean Startup. Esse conceito tem inspiração profunda no Sistema Toyota de Produção, da década de 1950. Os benefícios do lean startup vão desde a redução de custos, desperdícios, aumento da rentabilidade e, principalmente, previsibilidade, recurso altamente escasso no mercado devido às recentes transformações. 

Pelo lean startup, é possível testar um produto, serviço ou modelo de negócio antes de lançá-lo ao mercado. Com isso, a gestão ganha em visão macro do comportamento e aceitação dos consumidores e tempo para avaliar cenários e transformar empreendimento, sempre com a proposta de atender ao máximo todos os anseios e demandas dos clientes. 

Para implementar o método lean startup, é recomendável que a organização avance no processo de transformação digital e que o gestor tenha noção da aplicabilidade das metodologias ágeis, como o SCRUM e Canvas. Para conferir resultados como aprimoração e redução contínua de custos e desperdícios, o lean startup usa três pilares:

  • Minimum Viable Product (MVP): a ideia é lançar um produto no mercado antes mesmo que esteja pronto. criar o mínimo necessário para que o produto seja apresentado ao público consumidor e possíveis investidores. Assim, o gestor tem uma visão abrangente de como será a aceitação e quais são os insumos e investimentos necessários para que a ideia seja sustentável e que atenda às demandas e necessidades dos clientes;
  • Product/market fit: criado por Marc Andreessen, fundador da Netscape. A expressão significa desenvolver um produto ou projeto que atenda às reais necessidades do setor na qual a organização está inserida. Geralmente, a ausência de um product/market fit demonstra que o negócio está ofertando um produto, serviço ou projeto errados para o mercado errado. Se um mercado é grande o suficiente, é preciso ofertar um produto que atenda as expectativas de seus consumidores. Caso contrário, de nada adianta investir em um produto complexo e em uma equipe altamente qualificada. Produto, mercado e equipe formam os pilares que indicam se uma startup vai dar certo, na visão de Marc Andreessen;  
  • Pivotar: do inglês to pivot, ou seja, girar, mudar de forma abrupta. transformação radical na condução do negócio. O termo foi inspirado na posição do jogador pivô no basquete. Ao pivotar, o empreendedor foca energias e concentração no que está dando certo na empresa, firma essa base, e muda o seu direcionamento para um rumo mais promissor. 
Vantagens

Como foi amplamente discutido, o lean startup ganhou a atenção dos mais variados empreendimentos por fornecer sustentabilidade e redução de custos e desperdícios no desenvolvimento de novos produtos e/ou serviços. Por exemplo, ao se trabalhar a modelagem preditiva, o gestor pode avaliar e aprender a real necessidade do Cliente na hora de investir tempo e energia para criar um novo produto ou modelo de negócio.

Para aplicar o lean startup, é necessário fazer experimentações, avaliar a opinião e aceitação do público por meio de pesquisas de interesse. É possível usar o Teste A/B, um método de design de serviços e produtos, que os compara com duas variáveis (A e B), para definir as melhores respostas do público e a rentabilidade do mercado. 

Desenvolver a metodologia lean startup também exige mudança contínua nos processos e transformação cultural, principalmente por parte dos gestores e líderes. Isso porque, enquanto a operação é enxugada, quem está à frente do negócio precisa ter habilidade e mindset para mudar o trajeto de forma repentina quando necessário, porém, com estratégia e maturidade para manter o equilíbrio. A transformação acelerada do lean startup acontece com a soma do uso eficaz das novas tecnologias e adoção de metodologias ágeis de gestão. 

Ao introduzir o pensamento lean, as lideranças devem compartilhar com as equipes o princípio de sempre buscar atender ao máximo todas as necessidades dos clientes com seus produtos e serviços. Além disso, o mercado como um todo está se transformando continuamente, sendo fundamental inovar para manter o negócio competitivo e aparente para o público. Dessa forma, os fundamentos de prototipagem e modelagem dentro da visão lean startup fornecem informações e dados necessários para tomada de decisão assertiva e elementos que permitem ao gestor alterar todo o trajeto da organização sem comprometer a rentabilidade – ou melhor, expandi-la progressivamente. 


25 de novembro de 2021 | Atualizado dia 25 de novembro de 2021


ÚLTIMAS POSTAGENS

Estratégia Empresarial

Organizações exponenciais: maximize os negócios em Saúde

As organizações exponenciais priorizam resultados e o desenvolvimento de propostas inovadoras, estruturas organizacionais rígidas não fazem parte desse contexto Por…Leia mais.

Tecnologia de Gestão

Lean startup: conceito e aplicação

Em tradução livre, o lean startup significa startup enxuta, a metodologia exige mudança de cultura e estratégias de marketing, tecnologia…Leia mais.

Tecnologia de Gestão

Lean: qual desafio precisamos enfrentar?

Desenvolvido à partir das práticas e resultados do Sistema Toyota, o Lean tem ajudado diversas organizações a otimizar recursos e…Leia mais.

Cadastre-se para ter acesso a conteúdos exclusivos