Voltar

Melhore a gestão do tempo e desenvolva sua carreira na Saúde

Junte-se a mais de 15.000 profissionais de gestão da saúde.

Assine nossa lista e receba conteúdos com prioridade

Para uma boa gestão do tempo é imprescindível saber planejar e ter foco nas metas e rotinas importantes para a condução do dia a dia

Por Editorial GesSaúde

Apagar incêndios, lidar com o inesperado e, muitas vezes, ao chegar no fim do dia a sensação é de que nada foi feito. A falta de uma boa gestão do tempo impede não apenas que os gestores organizem o trabalho. Até mesmo a saúde mental é afetada, sendo comum o surgimento de problemas como Síndrome de Burnout e estresse. Porém, algumas estratégias podem orientar o gestor e suas equipes para a administração eficaz do tempo.

Imprevisibilidades

A pandemia da Covid-19 e toda a crise provocada na Saúde evidenciaram o quanto as imprevisibilidades podem impactar toda a operabilidade do setor. Eliminá-las, contudo, é praticamente impossível. O que o gestor pode fazer é ampliar o empoderamento de seus colaboradores. Ou seja, com maior autonomia e responsabilidades, fica mais fácil compreender qual o perfil de profissional pode assumir determinada intercorrência. Dessa maneira, além de conquistar mais tempo para outras urgências, o gestor melhora o senso de comprometimento time com os propósitos da instituição.

Use a tecnologia

Atualmente existem diversas ferramentas digitais voltadas para o planejamento do dia a dia. Contudo, elas não fazem milagre. Antes de investir em automação e aplicar as atividades em um board online, é fundamental planejar de forma analógica o dia. Assim, as prioridades devem ter um destaque e o tempo para execução de cada rotina devem ser contabilizados para que, de fato, a tecnologia possa servir de apoio.

Conheça seus limites

Com exceção das imprevisibilidades, é importante que o gestor saiba o quanto de trabalho ele pode assumir. Isso é fundamental para a gestão do tempo, uma vez que na Saúde as demandas surgem minuto a minuto. Por isso, desenvolva a habilidade de dizer “não”.

Saiba delegar

Treine e invista na capacitação dos liderados. É importante que as pessoas tenham condições de assumir mais deveres e saber executá-las de maneira eficiente. Além disso, delegar não é sobrecarregar as pessoas. Dentro da gestão do tempo, essa é uma estratégia que destaca os gestores justamente pela capacidade de conhecer os membros de sua equipe. Somente assim é possível entregar atividades para as pessoas certas.

Planejar o dia e ter o controle dos imprevistos são habilidades requisitadas pelas organizações de Saúde de todo porte. E para engrandecer ainda mais sua carreira, é importante que o gestor compartilhe as noções de gestão do tempo para que seus colaboradores possam também melhorar a forma como conduzem suas rotinas. 

Sobre Roberto Gordilho

Roberto Gordilho é fundador e CEO da GesSaúde, professor, palestrante, apresentador do Canal GesSaúde no YouTube, autor do livro “Maturidade de Gestão Hospitalar e Transformação Digital, os caminhos para o futuro da Saúde”.

Siga Roberto Gordilho no Youtube Siga Roberto Gordilho no Instagram


30 de julho de 2021 | Atualizado dia 19 de julho de 2021


ÚLTIMAS POSTAGENS

Gestão Hospitalar

Cultura de alta performance na Saúde: o fundamento está na liderança

Liderar vai além de gerir pessoas, exige sensibilidade humana e visão estratégica para construir uma cultura de alta performance Por…Leia mais.

Gestão de Pessoas

Resolução de conflitos: o poder da comunicação na Saúde

A comunicação faz com que as melhores tecnologias, processos bem mapeados e estratégias direcionadas reflitam em resultados empresariais na Saúde…Leia mais.

Gestão de Pessoas

Liderança é fazer com que as pessoas lutem por aspirações compartilhadas

O gestor deve propor objetivos compartilhados e estratégias de desenvolvimento individual dos colaboradores, essa é um dos fundamentos da liderança…Leia mais.

Cadastre-se para ter acesso a conteúdos exclusivos