Voltar

Times de trabalho no combate ao coronavírus

Junte-se a mais de 15.000 profissionais de gestão da saúde.

Assine nossa lista e receba conteúdos com prioridade


Para que a operação da organização possa enfrentar a pandemia do coronavírus de forma coesa, os times de trabalho devem manter uma comunicação clara e objetiva

Roberto Gordilho

Existe um ditado popular que diz o seguinte: quer ir rápido vá sozinho, mas se quer ir longe vá acompanhado. E diante da crise do coronavírus, torna-se fundamental aplicar esse ditado para a gestão das organizações. Ou seja, para garantir bons resultados e reduzir as intercorrências, é primordial montar times de trabalho com profissionais capacitados. Mais que isso, a comunicação entre os colaboradores deve ser dinâmica, clara e intercalada com processos bem estruturados e demais áreas do hospital.

Em um mundo altamente conectado, o sucesso não depende apenas de um indivíduo isolado. Ainda mais no momento de pandemia que os hospitais estão passando. E por isso é importante saber formar times de trabalho com pessoas que estejam focadas nos resultados a serem entregues. Mesmo que os desafios aparecem de forma rápida, tanto na assistência quanto no back office as pessoas devem manter a calma e focar na estratégia e nos processos. Sendo assim, os líderes têm peso fundamental para conquistar o engajamento e garantir que a comunicação seja fluida entre colaboradores e times de trabalho de outros áreas do hospital.

Trabalhar sob pressão é uma das características do setor em todos os momentos. Contudo, um fator intrínseco da crise do coronavírus é o trabalho via home office, cada vez mais utilizado por grande parte das organizações em todos os setores. E para os profissionais enquadrados nesse modelo, um dos benefícios é a redução do risco. Ou seja, ao executar as atividades dentro do lar, o profissional reduz a possibilidade de contágio. Essas e outras vantagens serão absorvidas pelos gestores de Saúde após a pandemia. Portanto, é preciso coordenar e orientar os times de trabalho para manter a comunicação e a entrega de resultados durante o período de home office.

Aprendizado

Além disso, o gestor também possui a tarefa de repassar conhecimentos para os times de trabalho. A soma de experiência e informações sobre a condução do negócio deve refletir em conteúdo sobre formas de superação e relacionamento entre profissionais. E a crise do coronavírus está trazendo novos aprendizados, de forma que, após a pandemia passar, os profissionais vão sair mais preparados para um mundo em acelerado processo de transformação.

Por isso, os gestores devem aproveitar essa experiência para que, no futuro, possam repassar os conhecimentos para as próximas gerações de executivos, avaliar como incorporar de forma definitiva e utilizar os “novos” métodos de trabalho para aumentar os resultados e a eficiência global da operação.

Gestores Extraordinários

E essa habilidade é importante inclusive para o próprio gestor ou líder de equipe. Ou seja, o processo de ensinar pessoas reforça o próprio conhecimento adquirido. Portanto, o segredo para se tornar um gestor extraordinário da Saúde é não carregar o mundo nas costas. Mas, sim, se formar times com profissionais engajados e  conscientes da importância de contribuir com todas as áreas e processos da organização.

A tempestade vai passar. E acredito que os hospitais vão precisar sair mais fortes e preparados para novos desafios de adaptar definitivamente sua operação para o novo mundo que está surgindo.


31 de março de 2020 | Atualizado dia 30 de março de 2020


ÚLTIMAS POSTAGENS

Gestão da Saúde

Qualidade em Saúde: história e definição

Ao longo da evolução mercadológica, a preocupação com a entrega dos serviços e produtos tomou contornos cada vez mais profissionais…Leia mais.

Gestão da Saúde

O Business Canvas no valor para a Saúde

Na aplicação do Business Canvas, o objetivo fundamental deve estar em destaque e merece atenção primária dos gestores em Saúde:…Leia mais.

Gestão da Saúde

Tecnologia é meio, o diferencial é cultura 2

Colaboradores mais ativos devem ter como foco atender um cliente que busca promoção à saúde, e não tratamento e cura,…Leia mais.

Cadastre-se para ter acesso a conteúdos exclusivos