Segurança do paciente e a realização da cirurgia segura - GesSaúde
Voltar

Segurança do paciente e a realização da cirurgia segura

Junte-se a mais de 15.000 profissionais de gestão da saúde.

Assine nossa lista e receba conteúdos com prioridade


Seguir protocolos estabelecidos pelos órgãos especializados em Saúde, como a OMS, minimiza a incidência de eventos adversos durante a cirurgia

Por Priscilla Martins

Com os avanços tecnológicos vivemos em uma era que o número de cirurgias robóticas estão aumentando de forma significativa em diversas especialidades, além da possibilidade da realização de cirurgias à distância em que o cirurgião encontra-se em local diferente do centro cirúrgico em que está o paciente. Sabemos que toda esta tecnologia gera ganhos ao paciente, que passa por procedimentos cirúrgicos cada vez menos invasivos, e de certa forma mais seguros, pois diminui os riscos de sangramentos e infecções, além de propiciar menor desconforto no pós-operatório devido às condições da cirurgia que também podem facilitar menor tempo de internação pós-cirúrgica.

Todos os ganhos trazidos pelos avanços tecnológicos são importantes, mas não podemos nos esquecer que estes benefícios sempre devem ser somados às práticas que garantem segurança para a cirurgia. Entre as metas internacionais de segurança do paciente definidas pela Organização Mundial de Saúde (OMS) está a identificação correta do paciente antes da intervenção cirúrgica: as equipes devem garantir que o paciente certo esteja no centro cirúrgico, que o local de intervenção cirúrgica no paciente seja o correto e que o método de intervenção seja o indicado para o caso clínico do paciente.

Os erros assistenciais podem ocorrer devido falta de estrutura, equipe sem treinamento adequado e processos desestruturados. Portanto, é sempre importante frente aos casos de eventos adversos discutir sobre a segurança do paciente. Devido à ocorrência de diversos erros relacionados aos procedimentos cirúrgicos, este assunto está sempre em discussão pela OMS que orienta realização de check lists de verificação. De acordo com o órgão internacional existem 10 objetivos essenciais na realização do processo de cirurgia segura:

  • Operar paciente e local corretos;
  • Impedir danos na administração de anestésicos e realizar o controle da dor;
  • Possuir equipe preparada para perda da via aérea ou função respiratória;
  • Possuir equipe preparada para grandes perdas sanguíneas;
  • Possuir equipe preparada para evitar indução a efeitos adversos ou reações alérgicas;
  • Evitar infecções em sítio cirúrgico;
  • Impedir a retenção de compressas e equipamentos em sítios cirúrgicos;
  • Identificar as peças cirúrgicas retiradas;
  • Orientar o diálogo entre a equipe para promover a cirurgia segura;
  • Estabelecer vigilância sobre os números e resultados dos tratamentos cirúrgicos realizados, por parte das instituições.

Com base na recomendação da OMS o Ministério da Saúde elaborou o protocolo de cirurgia segura, que deve ser aplicado em todos os estabelecimentos de Saúde que realizem procedimentos terapêuticos ou diagnósticos em que sejam realizadas incisões no paciente ou em que sejam realizadas introduções de aparelhos endoscópicos, sejam eles dentro ou fora do centro cirúrgico por todos os profissionais de saúde.

As listas de verificação devem ser realizadas minimamente em três momentos:

  • Antes da Indução Anestésica (Sing In)
  • Antes da Incisão Cirúrgica (Time Out)
  • Antes da Saída do paciente da sala (Sing Out)

O recomendado é que exista uma pessoa responsável por conduzir a realização dos checklists e que valide as informações para que seja realizada a próxima etapa. A cada etapa existem itens específicos que devem ser conferidos conforme a recomendação e com base nestes itens as instituições de saúde podem incluir seus próprios critérios.

O processo de realização dos checklists oferece barreiras que irão aumentar a segurança e minimizar os efeitos adversos, mas estes processos devem ser sempre revistos e acompanhados pela instituição para que novas práticas também possam ser adotadas ao longo do tempo, como por exemplo, separar os pacientes conforme lateralidade dos procedimentos. Com a realização dos procedimentos de cirurgia segura devem ser acompanhados e monitorados os seguintes indicadores:

  • Percentual de pacientes que receberam antibioticoprofilaxia no momento adequado;
  • Número de cirurgias em local errado;
  • Número de cirurgias em paciente errado;
  • Número de procedimentos errados;
  • Taxa de mortalidade cirúrgica intra hospitalar ajustada ao risco;
  • Taxa de adesão à Lista de Verificação.

Espera-se que todas as organizações de Saúde, público ou privadas, realizem atividades voltadas para a qualidade da assistência e segurança do paciente, e que as atividades do protocolo de cirurgia segura sejam seguidas de acordo com a recomendação da OMS e do Ministério da Saúde.

Priscilla Martins é enfermeira, especialista na área assistencial e consultora da GesSaúde. É classificadora de risco pelo protocolo de Manchester; especialista em enfermagem com ênfase em nefrologia e pós graduada em Gerenciamento de projetos.

Saiba mais:

Clinicas populares e novas formas de acesso à Saúde aumentam no País

Modelos de corpo clínico: entenda as diferenças e a aplicação no hospital 

Desafios da formação acadêmica em medicina

 


21 de fevereiro de 2019 | Atualizado dia 21 de fevereiro de 2019


ÚLTIMAS POSTAGENS

Gestão de Crise em Hospitais

Times de trabalho no combate ao coronavírus

Para que a operação da organização possa enfrentar a pandemia do coronavírus de forma coesa, os times de trabalho devem…Leia mais.

Gestão da Saúde

Comunicação auxilia gestão de crise nos hospitais

Todos os colaboradores devem ser orientados a tratar de forma correta as informações para evitar prejuízos na gestão de crise…Leia mais.

Gestão da Saúde

Mudanças na Saúde: setor em constante transformação

Ainda assim, é possível encontrar profissionais e gestores que não compreendem as mudanças na Saúde Por Roberto Gordilho A Saúde…Leia mais.

Gestão da Saúde

O impacto das redes sociais na Saúde

As redes sociais podem contribuir para o processo de desenvolvimento de carreira e também para os negócios no setor Por…Leia mais.

Gerenciamento de Processos de Negócios (BPM)

Gestão de processos otimiza a experiência do cliente

O uso de novas tecnologias pode melhorar a gestão de processos, mas é preciso garantir a melhor experiência do cliente…Leia mais.

Gerenciamento de Processos de Negócios (BPM)

A importância do processo organizacional para o negócio

Na Saúde, a operação das instituições devem refletir em sustentabilidade, por isso, é necessário a implementação do processo organizacional Por…Leia mais.

Gestão da Saúde

Entenda o que é cultura organizacional na Saúde

Objetivos, metas e o que a organização transparece para a sociedade fazem parte da cultura organizacional Por Fabiana Freitas Quando…Leia mais.

Gerenciamento de Processos de Negócios (BPM)

O valor do BPMN para a Saúde

Antes de automatizar os processos, é preciso atender a todas as regras rígidas do BPMN para garantir a fluidez na…Leia mais.

Gestão da Saúde

Revolução 4.0 e a estabilidade organizacional na Saúde

Novas tecnologias, modelos de relacionamento e mudanças na operação fazem parte da Revolução 4.0 na Saúde Por Fabiana Freitas A…Leia mais.

Gestão da Saúde

Novas vagas vão surgir para os gestores extraordinários

A Saúde vai oferecer diversas vagas voltadas para pessoas altamente qualificadas e capacitadas: os gestores extraordinários Por Roberto Goridlho Em…Leia mais.

Gestão da Saúde

Conheça o passo a passo da modelagem de processos

O aprofundamento de cada etapa das atividades da operação é essencial para a modelagem de processos Por Fabiana Freitas Otimizar…Leia mais.

Gestão da Saúde

Gestão da Saúde: a importância de conhecer as áreas da instituição

O mapeamento de atividades e o conhecimento de cada profissional são essenciais para gestão da Saúde Por Fabiana Freitas Na…Leia mais.

Gestão da Saúde

Formação profissional na Saúde: como está a sua?

Gestores e profissionais da Saúde que buscam carreira sólida no setor devem investir na atualização e formação profissional Por Roberto…Leia mais.

Gestão da Saúde

A consumerização da Saúde vai transformar os serviços

Compreender o cliente como consumidor e entregar comodidade faz parte da consumerização da Saúde Por Roberto Gordilho As diversas transformações…Leia mais.

Gestão da Saúde

Desenvolvimento profissional: como aumentar as oportunidades na Saúde

Boa formação acadêmica, objetivos traçados e atualização constante fazem parte do desenvolvimento profissional Por Roberto Gordilho Um questionamento recorrente em…Leia mais.

Gerenciamento de Processos de Negócios (BPM)

Gestão de processos: antes do sistema, conheça as rotinas

A tecnologia só será viável com uma gestão de processos eficaz e organizada dentro da organização de Saúde Por Fabiana…Leia mais.

Gestão da Saúde

Gestão da Saúde: a importância da profissionalização

2020 será o ano da profissionalização da gestão da Saúde, que cada vez mais necessita de gestores extraordinários Por Roberto…Leia mais.

Gestão da Saúde

Saúde: crise ou novas oportunidades profissionais?

Conhecer e saber aplicar conceitos modernos de gestão é um diferencial competitivo para novas oportunidades profissionais Por Roberto Gordilho Diversas…Leia mais.

Gestão da Saúde

Planejamento estratégico é responsabilidade de todos

Todos os envolvidos na operação do negócio devem ter acesso ao planejamento estratégico para melhor implantá-lo Por Roberto Gordilho Em…Leia mais.

Gestão da Saúde

Planejamento estratégico: definição de metas e indicadores

Estratégias devem ser elaboradas com o auxílio de indicadores para garantir a obtenção dos objetivos da organização de Saúde Por…Leia mais.

Gestão da Saúde

Plano estratégico: entenda a importância na gestão da Saúde

De forma simplificada, o plano estratégico é o resultado do planejamento estratégico e deve ser compartilhado com todas as equipes…Leia mais.

Gestão da Saúde

Gestão hospitalar: os cinco pilares da maturidade

Focar estratégias apenas em tecnologias não garante resultados eficazes; conheça as estruturas da maturidade de gestão hospitalar  Por Roberto Gordilho…Leia mais.

Gestão da Saúde

Experiência do cliente e a importância do BPM na Saúde

Gerenciamento de processos executado de forma eficaz contribui para a satisfação e experiência do cliente Por Fabiana Freitas A experiência…Leia mais.

Gestão da Saúde

Estratégia competitiva como forma de perpetuar a organização

Em um cenário de competitividade extrema e de transformações constantes, a estratégia competitiva é fundamental para o negócio Por Roberto…Leia mais.

Gestão da Saúde

Entenda o processo de modernização da gestão

Engajamento e treinamento de pessoas fazem parte do amadurecimento e processo de modernização da gestão Por Roberto Gordilho A visão…Leia mais.

Gestão da Saúde

Gestão do capital: entenda o movimento de financeirização na Saúde

De milhões para bilhões de reais, o setor de Saúde precisa de profissionalizar a gestão do capital Por Roberto Gordilho…Leia mais.

Gestão da Saúde

Por que o modelo de remuneração torna a Saúde ineficiente

Volume de procedimentos gerado e repasse de reajustes para clientes, são algumas das dificuldades do atual modelo de remuneração Por…Leia mais.

Gestão da Saúde

Oportunidades de crescimento da Saúde no Brasil

Análise mercadológica e econômica apresenta bons motivos para organizações apostarem na Saúde no Brasil Por Editorial GesSaúde As oportunidades de…Leia mais.

Gestão da Saúde

A prescrição digital pode combater as fraudes de receita médica?

Por Rafael Moraes* A falsificação de documentos médicos é mais comum do que se pode imaginar. Para se ter uma…Leia mais.

Gestão da Saúde

Entenda o valor na Saúde para os 4 principais atores

Entrega de resultados e eficiência demanda que o gestor saiba oferecer valor na Saúde para os stakeholders Por Roberto Gordilho…Leia mais.

Gestão da Saúde

Planejamento estratégico: a importância do acompanhamento

A segurança do negócio e o alcance de metas exige acompanhamento rotineiro do planejamento estratégico Por Roberto Gordilho O final…Leia mais.

Gestão da Saúde

Cenários para enriquecer o planejamento estratégico

Ambientes externos e internos devem ser avaliados durante a produção do planejamento estratégico para a instituição Por Roberto Gordilho A…Leia mais.

Gestão da Saúde

Como alinhar a estratégia empresarial ao modelo operacional

Maturidade de gestão é o caminho para que a estratégia empresarial seja alinhada ao modelo de operação da instituição Por…Leia mais.

Gestão da Saúde

Tempestade perfeita: por que a Saúde é diferente

Manter a segurança do negócio e o crescimento demanda buscar oportunidades nas transformações da tempestade perfeita Por Roberto Gordilho Uma…Leia mais.

Gestão da Saúde

A expectativa do cliente da Saúde mudou

Organizações precisam mudar o mindset para compreender a expectativa do cliente da Saúde Por Roberto Gordilho As  novas tecnologias, a…Leia mais.

Gestão da Saúde

Planejamento estratégico: como aplicar o 5W2H na gestão da Saúde

Ferramenta auxilia a identificar e especificar estratégias que devem constar no planejamento estratégico da organização Por Editorial GesSaúde Melhorar a…Leia mais.

Gestão da Saúde

Incorporar soluções de suporte à decisão clínica ao fluxo de trabalho pode fazer a diferença na Saúde

Em épocas de internet of things (IoT), inteligência artificial, realidade aumentada, big data, fica meio difícil imaginar nossas vidas sem…Leia mais.

Gestão da Saúde

Gestores extraordinários: o passo a passo para o sucesso

Roberto Gordilho apresenta curso inovador para todos que ocupam ou querem ocupar cargos de gestão e se tornarem gestores extraordinários…Leia mais.

Gestão da Saúde

Maturidade de gestão: vídeos mais acessados de 2019

Roberto Gordilho apresenta os conceitos mais relevantes para a maturidade de gestão na Saúde no canal GesSaúde do Youtube Por…Leia mais.

Gestão da Saúde

O que é maturidade de gestão na Saúde

Entenda o conceito de maturidade de gestão na Saúde.

Gestão Hospitalar

Gestão hospitalar: 10 artigos mais lidos do Portal GesSaúde

2019 foi um ano de transformações na Saúde em que os principais conceitos de gestão hospitalar foram fundamentais para os…Leia mais.

Gestão da Saúde

Ação imediata: entenda como o gestor pode usar essa estratégia

Plano de ação imediata é uma ferramenta de correção de erros a fim de antever cenários e determinar a melhor…Leia mais.

Gestão da Saúde

O plano de ação para organizações de Saúde

Ferramenta de acompanhamento do planejamento, o plano de ação é fundamental para atingir metas e objetivos Por Editorial GesSaúde Como…Leia mais.

Estratégia Empresarial

Planejamento em Saúde: a importância de objetivos e metas bem definidas

Estabelecer metas, avaliar e metrificar resultados fazem parte do processo do planejamento em Saúde Por Editorial GesSaúde A operação dos…Leia mais.

Cadastre-se para ter acesso a conteúdos exclusivos