Voltar

Desenvolvimento profissional: como aumentar as oportunidades na Saúde

Junte-se a mais de 15.000 profissionais de gestão da saúde.

Assine nossa lista e receba conteúdos com prioridade

Boa formação acadêmica, objetivos traçados e atualização constante fazem parte do desenvolvimento profissional

Por Roberto Gordilho

Um questionamento recorrente em minhas aulas é como acelerar o desenvolvimento profissional. O quesito importante nessa dúvida é que os profissionais estão buscando novas oportunidades e querem conhecer as ferramentas para alavancar a carreira. Porém, o que pode ser afirmado nesse sentido é que não existe mágica para acelerar o desenvolvimento profissional. Ou seja, é um trabalho que envolve investimento pessoal, financeiro, de tempo, além de ser estratégico.

O início do processo é uma boa formação acadêmica base. Os cursos pós-academia também são necessários para se construir um currículo eficiente e que demonstre ao mercado que o profissional conhece os conceitos mais modernos em sua área de atuação. Assim, o desenvolvimento profissional é resultado das ações da pessoa como tudo na vida. É um trabalho semelhante ao de plantar uma árvore.

Fundamentos

Com a formação acadêmica como base para o desenvolvimento profissional, a pessoa deve se manter atualizada. Diversas são as transformações pelas quais a Saúde está passando. A tempestade perfeita virou um furacão e as organizações de Saúde estão em busca de gestores extraordinários. Ou seja, profissionais altamente imersos na nova era tecnológica, conhecedores das ferramentas mais eficazes para melhorar os resultados e agilizar entregas. O perfil também conta nesse processo: líderes e motivadores de equipes são habilidades fundamentais para acelerar o desenvolvimento profissional e melhorar o posicionamento no mercado.

Defina seu objetivo

O segundo ponto importante é estabelecer resultados, objetivos para a vida profissional. É o uso da base acadêmica, desenvolvimento de competências conhecimento e habilidades. O profissional deve questionar como o uso desses pilares está ligado à entrega de resultados e como eles colaboram para atingir os objetivos. O que o mercado exige são profissionais que apresentem resultados pelos quais foram contratados. E, por isso, é preciso mensurar quais são os objetivos de carreira para desenvolver estrategicamente as melhores entregas. 

Relacionamento

Ainda usando a comparação do plantio de uma árvore, em que a fundação é a formação, o caule o desenvolvimento de objetivos e entregas, folhas são as pessoas. Ou seja, os relacionamentos. Se construir bons relacionamentos ao longo da vida profissional, eles serão importantes não apenas para o ambiente de trabalho, mas também para os momentos de recolocação profissional. Por isso, é importante participar de  congressos, seminários, simpósios, palestras para aumentar os conhecimentos e fazer bons relacionamentos.

Assim como na gestão da Saúde, o desenvolvimento profissional exige estratégia e dedicação. E esse processo fortalece ainda mais os bons profissionais.


4 de março de 2020 | Atualizado dia 4 de março de 2020


ÚLTIMAS POSTAGENS

Gestão Hospitalar

Cultura de alta performance na Saúde: o fundamento está na liderança

Liderar vai além de gerir pessoas, exige sensibilidade humana e visão estratégica para construir uma cultura de alta performance Por…Leia mais.

Gestão de Pessoas

Resolução de conflitos: o poder da comunicação na Saúde

A comunicação faz com que as melhores tecnologias, processos bem mapeados e estratégias direcionadas reflitam em resultados empresariais na Saúde…Leia mais.

Gestão de Pessoas

Liderança é fazer com que as pessoas lutem por aspirações compartilhadas

O gestor deve propor objetivos compartilhados e estratégias de desenvolvimento individual dos colaboradores, essa é um dos fundamentos da liderança…Leia mais.

Cadastre-se para ter acesso a conteúdos exclusivos